Resolvendo Todos Os Problemas Do Windows E Outros Programas

10 passos para uma política de segurança de sucesso

Existem duas partes em qualquer política de segurança. Um trata da prevenção de ameaças externas para manter a integridade da rede. O segundo trata da redução dos riscos internos, definindo o uso apropriado dos recursos da rede.

O tratamento de ameaças externas é orientado para a tecnologia. Embora existam muitas tecnologias disponíveis para reduzir as ameaças externas à rede - firewalls, software antivírus, sistemas de detecção de intrusão, filtros de e-mail e outros - esses recursos são implementados principalmente pela equipe de TI e não são detectados pelo usuário.



No entanto, o uso adequado da rede dentro de uma empresa é uma questão de gerenciamento. A implementação de uma política de uso aceitável (AUP), que por definição regula o comportamento dos funcionários, requer tato e diplomacia.



No mínimo, ter tal política pode proteger você e sua empresa de responsabilidades se você puder mostrar que quaisquer atividades inadequadas foram realizadas em violação a essa política. Mais provavelmente, no entanto, uma política lógica e bem definida reduzirá o consumo de largura de banda, maximizará a produtividade da equipe e reduzirá a possibilidade de quaisquer questões legais no futuro.

nt kernal

Esses 10 pontos, embora certamente não sejam abrangentes, fornecem uma abordagem de bom senso para desenvolver e implementar um AUP que seja justo, claro e aplicável.



1. Identifique seus riscos

Quais são os seus riscos de uso impróprio? Você tem informações que devem ser restritas? Você envia ou recebe muitos anexos e arquivos grandes? Os acessórios potencialmente ofensivos estão circulando? Pode não ser um problema. Ou pode custar-lhe milhares de dólares por mês em perda de produtividade dos funcionários ou tempo de inatividade do computador.

Uma boa maneira de identificar seus riscos pode ser por meio do uso de ferramentas de monitoramento ou relatórios. Muitos fornecedores de firewalls e produtos de segurança da Internet permitem períodos de avaliação para seus produtos. Se esses produtos fornecerem informações de relatório, pode ser útil usar esses períodos de avaliação para avaliar seus riscos. No entanto, é importante garantir que seus funcionários estejam cientes de que você estará registrando suas atividades para fins de avaliação de risco, se isso for algo que você decidir tentar. Muitos funcionários podem ver isso como uma invasão de privacidade se for tentado sem o seu conhecimento.



2. Aprenda com os outros

código 9c57

Existem muitos tipos de políticas de segurança, por isso é importante ver o que outras organizações como a sua estão fazendo. Você pode passar algumas horas navegando on-line ou pode comprar um livro como Políticas de segurança da informação simplificadas por Charles Cresson Wood, que tem mais de 1.200 apólices prontas para serem personalizadas. Além disso, converse com os representantes de vendas de vários fornecedores de software de segurança. Eles estão sempre dispostos a fornecer informações.

3. Certifique-se de que a política está em conformidade com os requisitos legais

Dependendo de seus acervos de dados, jurisdição e localização, você pode ser obrigado a cumprir certos padrões mínimos para garantir a privacidade e integridade de seus dados, especialmente se sua empresa possui informações pessoais. Ter uma política de segurança viável documentada e em vigor é uma forma de mitigar quaisquer responsabilidades que você possa incorrer no caso de uma violação de segurança.

4. Nível de segurança = nível de risco


Não seja excessivamente zeloso. Muita segurança pode ser tão ruim quanto pouca. Você pode descobrir que, além de manter os bandidos fora, não tem problemas com o uso adequado, porque tem uma equipe madura e dedicada. Nesses casos, um código de conduta escrito é o mais importante. A segurança excessiva pode ser um obstáculo para facilitar as operações de negócios, portanto, certifique-se de não se proteger demais.


5. Incluir a equipe no desenvolvimento de políticas


Ninguém quer uma política ditada de cima. Envolva a equipe no processo de definição do uso apropriado. Mantenha a equipe informada à medida que as regras são desenvolvidas e as ferramentas são implementadas. Se as pessoas compreenderem a necessidade de uma política de segurança responsável, elas estarão muito mais inclinadas a cumpri-la.


6. Treine seus funcionários


O treinamento da equipe é comumente esquecido ou subestimado como parte do processo de implementação da AUP. Mas, na prática, é provavelmente uma das fases mais úteis. Ele não apenas ajuda você a informar os funcionários e os ajuda a entender as políticas, mas também permite que você discuta as implicações práticas e reais da política. Os usuários finais costumam fazer perguntas ou oferecer exemplos em um fórum de treinamento, e isso pode ser muito gratificante. Essas perguntas podem ajudá-lo a definir a política com mais detalhes e ajustá-la para ser mais útil.


7. Faça por escrito


Certifique-se de que cada membro de sua equipe leu, assinou e entendeu a política. Todos os novos contratados devem assinar a política quando são trazidos a bordo e devem ser solicitados a reler e reconfirmar seu entendimento da política pelo menos uma vez por ano. Para grandes organizações, use ferramentas automatizadas para ajudar a entregar eletronicamente e rastrear as assinaturas dos documentos. Algumas ferramentas até fornecem mecanismos de questionamento para testar o conhecimento do usuário sobre a política.


8. Definir penalidades claras e aplicá-las


A segurança da rede não é brincadeira. Sua política de segurança não é um conjunto de diretrizes voluntárias, mas uma condição de emprego. Tenha um conjunto claro de procedimentos que definam as penalidades para violações na política de segurança. Em seguida, aplique-os. Uma política de segurança com conformidade aleatória é quase tão ruim quanto nenhuma política.


9. Atualize sua equipe


Uma política de segurança é um documento dinâmico porque a própria rede está sempre evoluindo. Pessoas vêm e vão. Bancos de dados são criados e destruídos. Novas ameaças de segurança aparecem. Manter a política de segurança atualizada é bastante difícil, mas manter os funcionários cientes de quaisquer mudanças que possam afetar suas operações diárias é ainda mais difícil. A comunicação aberta é a chave para o sucesso.

findfile falhou


10. Instale as ferramentas de que você precisa


Ter uma política é uma coisa, aplicá-la é outra. Produtos de segurança de conteúdo de Internet e e-mail com conjuntos de regras personalizáveis ​​podem garantir que sua política, não importa quão complexa, seja cumprida. O investimento em ferramentas para aplicar sua política de segurança é provavelmente uma das compras mais econômicas que você fará.